Tendências Digitais 2018: o futuro dos negócios já começou

Tendências Digitais 2018: o futuro dos negócios já começou

Novidade

Em tempos de Copa do Mundo florescem discussões sobre esquemas táticos imbatíveis e formações ideias para entrar em campo em busca do tão sonhado posto de campeão mundial. Nessa época, todo mundo tem um pouco de sangue de treinador correndo nas veias. Mas, sem abdicar do festivo momento, e surfando na onda do tema escalamos a seleção de tendências do mercado digital dos próximos meses. Vamos aos nomes...

Predominantemente a Internet

Toda seleção que se preze tem um paredão protegendo a meta. Aqui falamos da Internet. Quem a evitou ou fez pouco caso, é melhor rever urgentemente esse posicionamento. Em 2018, o número de usuários da internet superou a metade da população mundial. São mais de 3,6 bilhões de pessoas conectadas. Especialistas apontam que a internet vive a fase de predominância e, portanto, grandes crescimentos serão mais difíceis agora. Em outras palavras, é preciso entender quem está online e se diferenciar nesse universo.

Digital Ads

Se a Internet é titular absoluta, a publicidade digital também compõe a seleção de tendências aqui apresentadas. Estima-se que mais de 100 bilhões de dólares sejam investidos em publicidade digital nos EUA em 2018. Em 2017, esse número fechou em 88 bilhões de dólares. As vantagens estão diretamente ligadas as oportunidades de estar com o consumidor onde quer que ele esteja. Vale ressaltar a diversificação na mensuração cada vez mais completa em ambiente digital. O mobile tem papel fundamental nesse tópico e o investimento nessa mídia ainda tem espaço no que tange o potencial de tempo de uso do meio. 45% de todas as jornadas de compra incluem um passo em celulares, smartphones e dispositivos móveis. Uma dica de ouro aqui é que numa era de comunicação de mão dupla e extremamente acirrada, prezar pelo relacionamento com o cliente é um ponto importantíssimo na construção de uma marca.

Serviços Personalizados e On Demand

Cresce ininterruptamente a quantidade de conteúdo, notícias e informações que pipocam nas multi telas dessa nova era. Na busca pela atenção do consumidor, entram os serviços personalizados com base nos dados. Porém, esse é um ponto de total atenção. Serviços Personalizados pode facilmente ser confundidos com Invasão de Privacidade. É preciso ter cautela, saber como gerir os dados e utiliza-los de modo positivo para melhorar a experiência do usuário. Um exemplo positivo a ser destacado aqui são as plataformas digitais de streaming de filmes e músicas que se aprofundam no relacionamento com o cliente com base no que por ele já foi consumido. Na comparação 2017/2016, a Netflix cresceu 25%, atingiu a marca de 118 milhões de inscritos e se consagrou como a maior plataforma nesse segmento. Quem também se destacou e alcançou os 100 milhões de usuários foi a Amazon. Spotify também aparece nesse crescente com 71 milhões de usuários o que equivale a 48% a mais na comparação 2017/2016.

Micro Momentos

Entender o comportamento dos consumidores é em suma tão importante que esse tópico ganhou um texto exclusivo sobre ele aqui no Blog da Alta Comunicazione: Micro Momentos: por onde passa a atenção do seu cliente?. A personalização de dados nos últimos anos fez crescer em 900% o número de buscas por “perto de mim”. Que tal alimentar esse crescente com conteúdo e uma comunicação assertiva para esse público sedento pelo instantâneo?

E-commerce

Cresce significativamente o número de vendas online. Aproximadamente 13% das vendas do varejo acontecem em ambiente digital. Esse percentual era de 5% há uma década. Mais do que disponibilizar uma loja digital para seu consumidor, essa é uma estratégia fundamental que permite aprofundar o estudo e comportamento do público-alvo, sem contar que é um aliado e tanto nas estratégias de publicidade digital. Considerar a usabilidade e a experiência do usuário, mapas de calor, taxas de abandono e rejeição são termômetros para uma constante gestão de melhorias do seu negócio.

Mídias Digitais

As mídias digitais vêm se garantindo nas convocações de tendências há pelo menos 10 anos. E sim, elas continuam com essa bola toda. Uma comunicação bem estruturada nas mídias digitais potencializa a descoberta por novos produtos. 59% dos usuários do Instagram descobriram um produto ou marca através dessa plataforma. São produzidos diariamente 600 milhões de Stories e o conteúdo ao vivo nessa plataforma retém 3 vezes mais que outros meios. Já o Youtube, principal plataforma de busca de vídeos do mundo e pertencente a gigante Google atingiu a marca de 1,8 milhões de usuários ativos mensalmente.

Assistente de voz

Esqueça aquela ideia de que assistentes de voz são vislumbres de um mundo futurista. A tecnologia de voz ganha cada vez mais popularidade e já é uma das realidades do século 21. Se destacará quem o fizer e bem feito. O reconhecimento de fala feito pelo Google chega a incrível taxa de precisão de 95%. Estima-se que em 2020, 50% das pesquisas na web serão feitas através desse dispositivo. Não apenas para pesquisar, os assistentes de voz terão papeis ativos no auxílio das compras dos consumidores. Em dois anos, o número de dispositivos Amazon Echo presentes nas residências triplicou atingindo a marca de 30 milhões.

Até a mais brilhante seleção de craques não ganha títulos sem uma estratégia muito bem amarrada. É preciso estar antenado às tendências e trabalhar com planejamento completo e integrado.

Fonte: Internet Trends 2018.

Clique para saber mais sobre a Alta Comunicazione.